Waldenor Pereira
Waldenor Pereira Deputado Federal
Boletins Eletrônicos

30/11/2011 - BOLETIM INFORMATIVO 017

PT de Tremedal acolhe novos filiados e lança pré-candidato

O PT de Tremedal está mais robusto: ganhou novos filiados com reconhecida liderança no município, em ato ocorrido na Câmara de Vereadores, no último dia 12, que contou com a presença de Waldenor. O deputado destacou o crescimento do PT, lembrando que ele se tornou o partido da preferência nacional, e declarou apoio à pré-candidatura de Marcinho Ferraz a prefeito de Tremedal, lançada no evento que também contou com a presença da vereadora Mônica Ferraz, o presidente da Câmara de Vereadores, Belarmino Ferraz; o vice-presidente do PT local, José Ricardo; o vereador Paulo Célio; o coordenador da Pastoral da Criança, Marcos Ferraz, além de militantes e lideranças de toda região.

Seminário em Condeúba lota Salão

Cerca de 300 lideranças lotaram o Salão Paroquial do município Condeúba, no domingo (27), durante o Seminário de Inclusão Social e Produtiva, realizado pelos deputados Waldenor Pereira (federal) e Zé Raimundo (estadual). Seguindo os parâmetros dos eventos anteriores, ocorridos em Vitória da Conquista e Poções, o seminário contou com a participação de representantes de órgãos governamentais e de entidades sindicais, como a FETRAF, e teve como objetivo discutir e orientar os as lideranças locais sobre os principais programas sociais dos governos federal e estadual: Habitação popular, Luz Para Todos, Água Para Todos, Vida Melhor e Agricultura familiar. Entre os palestrantes estavam o coordenador Estadual da FETRAF, Rosivaldo Leite; o diretor Regional da Embasa de Caetité, Paulo Lédo; o assessor Especial do Presidente da Cerb, Rudimar Mota; o gerente da Caixa Econômica Federal (CEF), Sérgio Flore; o gerente de Habitação da CEF, Valmir Santos e a superintendente da Secretaria de Desenvolvimento Social e Combate à Pobreza, Elane Ferraz. O seminário contou com o apoio de Guto Ribeiro e dos vereadores Diolindo, Silvano, Carlito e Tony. Representantes de sete municípios da região circunvizinha fizeram-se presentes, dentre eles: Delci (vice-prefeito) e Zé de Betina (liderança) de Cordeiros; Sílvia (vereadora) e Eliana (Secretária Municipal da Educação) de Piripá; Heráclito (liderança) e Lêu (vereadora) de  Mortugaba; Roque (liderança), Nêgo (presidente do PT) e Elve (vereador) de Jacaraci; Leonardo Gambá (liderança) e Celso Teixeira (liderança) de Jânio Quadros e Gil (liderança), Antônio Fernando (vice-prefeito) e Enídio (vereador) de Guajeru.

Em defesa da criação de novos municípios

Ao participar da Mesa da reunião da Frente Parlamentar em Defesa da Emancipação de Municípios, em Brasília, o deputado Waldenor assumiu a defesa da regulamentação da Emenda Constitucional nº15/96, que retirou das assembleias legislativas a competência de legislar sobre a criação de novos municípios, desde 1996. Somente na Bahia, segundo ele, existem mais de 100 pedidos de emancipação político-administrativa de distritos, dentre os quais alguns da região de atuação do seu mandato: Ibitira, ligado ao município de Rio do Antônio, Quaraçu (Cândido Sales), Vila Café (Encruzilhada),Tauape (Licínio deAlmeida), Lucaia (Planalto), Sussuarana (Tanhaçu), Marcolino Moura (Rio de Contas), Irundiaria (Jacaraci), José Gonçalves (Vitória da Conquista), entre outros.

Em defesa da criação de novos municípios (2)

Waldenor explica a sua defesa sobre a imediata regulamentação da EC/96: “Sou a favor da emancipação com responsabilidade, obedecendo a critérios que envolvam população, território e capacidade econômica. Não é possível que um distrito que mantém maior população e condições do que a sede não se emancipe”, argumenta, lembrando que foi a falta de critérios que gerou a desenfreada onda de emancipações, a exemplo do estado de Minas Gerais, que chegou a mais de 800. Isto levou o Governo Federal aprovar a Emenda Constitucional nº 15/96, que retirou das assembleias a competência de legislarem sobre a criação de novos municípios.

Waldenor aprova direitos humanos entre as diretrizes da educação básica

A Comissão de Educação e Cultura da Câmara aprovou no dia 16, por unanimidade, projeto de lei (PL 256/11) que inclui os direitos humanos entre as diretrizes a serem observadas pela educação básica (ensinos fundamental e médio). A proposta, do deputado Arnaldo Jordy (PPS-PA), altera a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB- Lei 9394/96). Ao apresentar parecer favorável à proposta na comissão, o relator, deputado Waldenor Pereira, afirmou que “a educação em direitos humanos deve ser de natureza permanente e deve orientar-se para uma mudança cultural”. “É esse o sentido maior da proposta que ora analisamos”, continuou o parlamentar. Para ele, “a educação em Direitos Humanos está, em sua essência, relacionada ao respeito à dignidade humana, à promoção e à vivência dos valores da liberdade, da justiça, da igualdade, da solidariedade, da cooperação, da tolerância e da paz”.

Waldenor ® todos os direitos reservados.