Waldenor Pereira
Waldenor Pereira Deputado Federal
Discursos em plenário

9/2/2012 - Desempenho do Governador do Estado da Bahia, Jaques Wagner, na condução das negociações para o término da greve de policiais militares. Avanços do sistema de segurança pública no Estado.

CÂMARA DOS DEPUTADOS - DETAQ

 
Sessão: 007.2.54.O Hora: 16:00 Fase: PE
Orador: WALDENOR PEREIRA, PT-BA Data: 09/02/2012

O SR. WALDENOR PEREIRA (PT-BA. Sem revisão do orador.) - Sr. Presidente, Sras. Deputadas, Srs. Deputados, o desfecho da greve dos policiais militares no Estado da Bahia revela que o Governador Jaques Wagner estava certo. Perderam aqueles que apostaram na crise, que apostaram no caos e na exploração política na tentativa de desgastar o nosso Governo, a exemplo de alguns Parlamentares baianos da Oposição, que, ao subirem a esta tribuna, pareciam mais incentivar a crise, o caos, do que a solução do impasse instalado no Estado da Bahia.
Comprovou-se que houve subversão da ordem por parte de uma parcela minoritária dos policiais militares da Bahia e ainda que a motivação principal daquele movimento paredista se vinculava à aprovação ou à votação da PEC 300 aqui neste Parlamento.
O Governador Jaques Wagner recebeu o sistema de segurança pública em situação caótica: salário de 1.200 reais; insuficiência de viaturas; insuficiência de efetivo; delegacias depredadas; falta de delegados; dentre outras carências. Em 5 anos de Governo, muito foi feito. O Governo da Bahia reajustou o salário para o patamar de 2.200 reais - valor pago hoje a um soldado em início de carreira -, 8 mil policiais militares foram contratados, admitidos através de concurso público; 3 mil viaturas foram adquiridas para melhorar o aparato policial do nosso Estado; investimentos foram realizados na aquisição de armamento, de coletes, na instalação de serviços de monitoramento e também de comunicação, melhorando as condições tecnológicas da nossa Polícia, do nosso sistema de segurança pública.
Quando fui Deputado Estadual, Deputado Amauri, tive a honra de ser Líder do Governo Jaques Wagner. Naquela oportunidade, nós negociamos também uma série de benefícios complementares, que envolviam tíquete-alimentação, planos de saúde, etc., também importantes conquistas dos policiais militares do nosso Estado.
A luta por melhores salários nós consideramos justa, necessária. Quero dizer que somos solidários aos policiais militares da Bahia na defesa dos seus direitos, mas não podemos desconsiderar, em nenhuma hipótese, a postura democrática do nosso Governo, que nunca se negou ao diálogo. Um Governo que se subordina à égide dos princípios republicanos, da participação popular, do compromisso social, da transparência e do exercício da ética na política.
Nós queremos parabenizar o Governador Jaques Wagner pela firme e competente mediação. Não se rendeu em nenhum momento aos subvertores da ordem, aos foras da lei, assim considerados aqueles que praticaram atos de delinquência nesse episódio. Por outro lado, o nosso Governador acolheu todas as justas reivindicações
salariais que, sem dúvida nenhuma, haverão de melhorar as condições de vida dos policiais militares do Estado da Bahia.
Portanto, a nossa saudação, os nossos parabéns ao Governo Jaques Wagner, que, de forma firme, decidida, competente, mas também ponderada, mediou esse conflito, evitando uma mobilização nacional. As gravações comprovam que havia um complô, uma organização com o objetivo de deflagrar no território nacional mobilizações para desestabilizar os Governos de forma genérica, especialmente aproveitando-se dessa festa tradicional, maravilhosa, reconhecida internacionalmente que é o carnaval brasileiro.
Parabéns ao Governador Jaques Wagner e a toda sua equipe de Governo pela condução desse episódio que, felizmente, está se anunciando em resultar no retorno da paz para o povo do Estado da Bahia.
Muito obrigado, Sr. Presidente, pela tolerância.


 

Waldenor ® todos os direitos reservados.