Waldenor Pereira
Waldenor Pereira Deputado Federal

Muda PT lança manifesto "Lula presidente do Brasil, Lindbergh presidente do PT"

Ler mais
Na tarde de ontem (28), o deputado federal Waldenor Pereira participou do ato de lançamento do Manifesto "Lula Presidente do Brasil, Lindbergh Presidente do PT" na sede Nacional do Partido dos Trabalhadores, em Brasília. O manifesto, construído coletivamente pelas correntes que ...

Exclusão de servidores da PEC 287, "é uma mentira do governo golpista", afirma Waldenor

Ler mais
O deputado federal Waldenor Pereira (PT-BA) denunciou, ontem (28), em pronunciamento no Plenário da Câmara dos Deputados, o que chamou de “engodo” do governo de Michel Temer para tentar desmobilizar a população brasileira que “em todos os cantos do Brasil, está ...

Não apenas um, mas três projetos de lei põem em risco os direitos trabalhistas

Ler mais
Não só o Projeto de Lei 4302/98, que trata sobre a terceirização irrestrita do trabalho, aprovado na semana passada pela Câmara dos Deputados oferecem riscos aos direitos trabalhistas dos brasileiros, mas outros dois projetos ainda em andamento no Congresso Nacional ameaçam ...

Recursos para Barragem do Catolé são liberados e licitação será realizada

Ler mais
De acordo com informação divulgada pela Secretaria de Infraestrutura Hídrica do Estado da Bahia, a Síntese do Projeto Aprovado – SPA para a construção da Barragem do Rio Catolé foi homologada na última quarta-feira (22), resultando na ...
Temer manobra e reinclui servidor estadual em reforma da previdência
29/3/2017 | Por: Brasil 247

Após anunciar que retiraria os servidores públicos de estados e municípios da reforma da Previdência, numa clara manobra para facilitar a aprovação da matéria, o presidente Michel Temer agora decidiu que não é bem assim. O governo quer incluir no projeto uma emenda estabelecendo que estados e municípios terão seis meses para aprovar uma reforma previdenciária para seus servidores. Se não cumpriram o determinado, terão que se submeter às regras do regime federal.

Mudar para permanecer igual. Essa foi a estratégia adotada pelo presidente. Afinal, de uma forma ou de outra, se aprovada, a reforma de Temer virá para os servidores estaduais e municipais de qualquer forma. Se ficar o bicho pega; se correr, o bicho come.

A emenda foi a forma encontrada pela área econômica do governo para reincluir o funcionalismo estadual e municipal na reforma. No último dia 21, Temer anunciou que os servidores de estados e municípios ficariam de fora do projeto federal, em respeito ao pacto federativo e à independência dos estados para tratar de suas próprias questões previdenciárias.

Compartilhe
Temer quer cobrar mensalidade em universidades e institutos federais
29/3/2017 | Por: PSol

O presidente Michel Temer, não satisfeito em acabar com a aposentadoria, rasgar a CLT com a terceirização e destruir direitos trabalhistas, quer agora cobrar mensalidades em universidades e institutos federais de educação, ferindo diretamente o direito de todos os brasileiros à educação pública de qualidade.

A informação foi divulgada pela Proifes, federação de professores de ensino superior e técnico. Segundo a entidade, a proposta foi apresentada em fevereiro deste ano pela secretária executiva do Ministério da Educação, Maria Helena Guimarães de Castro.

A ideia do governo Temer caminha no mesmo sentido da cobrança por pós-graduações latu sensu, proposta que está em pauta na Câmara dos Deputados, e nada mais é do que ampliar a privatização da educação pública brasileira – consequência, também, da aprovação do teto de gastos pelo governo, que tinha esse como um de seus principais objetivos.

Compartilhe
Rui Costa anuncia realização da Campus Party na Bahia
28/3/2017 | Por: Metropolis

O governador Rui Costa anunciou nesta segunda-feira (27), pelas redes sociais, que a Bahia entrou no circuito internacional da Campus Party, evento que reúne as principais novidades tecnológicas do mundo com palestras e workshops. Rui anunciou a novidade após encontro com Francesco Farruggia, presidente da Campus Party, na Governadoria, no Centro Administrativo da Bahia (CAB).

Neste ano, o evento acontece no país de 14 a 18 de junho, em Brasília. "Definimos a realização do evento pela primeira vez na Bahia, para felicidade dos geeks e nerds baianos", disse o governador.

Na próxima semana, o Governo do Estado convocará uma coletiva de imprensa para anunciar os detalhes do maior evento internacional de fanáticos digitais.

Compartilhe
Reforma da Previdência escolhe caminho da exclusão social, afirma CNBB
28/3/2017 | Por: PT no Senado

O Conselho permanente da Confederação Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), em nota divulgada nesta quinta-feira (23), faz contundentes críticas à Reforma da Previdência (PEC 287/16), apontando que ela trilha o caminho da exclusão social e se restringe a enxergar a questão previdenciária sob a ótica estritamente econômica. Ao mesmo tempo que faz esse alerta, a CNBB chama a comunidade cristã e “todas as pessoas de boa vontade” a se mobilizarem na busca de melhorias para o povo brasileiro, sobretudo para os mais fragilizados.

Os clérigos apontam que nenhuma solução para equilibrar um possível déficit pode prescindir de valores éticos-sociais e solidários e afirmam que, na justificativa da PEC, não há qualquer referência a essas questões, resumindo a situação a um viés economicista. No documento, os bispos chamam a atenção ainda para a divergência dos dados apresentados sobre o déficit previdenciário, onde há discrepância entre os números do governo e de entidades especializadas no tema.

“Não é possível encaminhar solução de assunto tão complexo com informações inseguras, desconectadas e contraditórias. É preciso conhecer a real situação da Previdência Social no Brasil. Iniciativas que visem ao conhecimento dessa realidade devem ser valorizadas e adotadas, particularmente pelo Congresso Nacional, com o total envolvimento da sociedade”, sugere a CNBB.

Compartilhe
Leonardo Boff: O golpe de classe jurídico-parlamentar como farsa e tragédia
28/3/2017 | Por: Conexão Jornalismo

A euforia dos golpistas que tiraram do poder uma presidenta legitimamente eleita com a forçação de argumentos jurídicos, terminou em poucas semanas. Agora que se conhecem as tramoias, nota-se a farsa que se transformou em tragédia nacional. Ocupam a cena, um presidente ilegítimo, fraco e parco de luzes, grande número de ministros e parlamentares denunciados pela Lava-Jato, que tentam propor com a maior celeridade possível, projetos claramente anti-povo e anti-nação. Pretendem levar até o fim o seu projeto de adesão irrestrita e agora sob Trump envergonhada, à logica do Império que busca nos alinhar a seus interesses geopolíticos.

A tragédia de nossa história que se repete de tempos em tempos é a negação de direitos ao povo, aos pobres, é a difamação dos movimentos e de seus líderes carismáticos. Sempre irrompem no cenário político, as velhas elites, herdeiras da Casa Grande para conspirar contra eles, criminalizar suas movimentos, empurrar os pobres para as periferias de onde nunca deveriam ter saído.

Face a todos esses, as oligarquias e, em geral, os conservadores e até reacionários, mostram-se perversos, apoiados por uma imprensa malvada e sem vínculo com a verdade pois distorce e mente.

Compartilhe
ACM Neto está em delação da Odebrecht, avisa empreiteiro
28/3/2017 | Por: Brasil 247

O presidente do conselho administrativo do Grupo Odebrecht, Emílio Odebrecht, informou ao prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), que o nome do democrata aparece nas delações premiadas feitas por executivos da empreiteira, no âmbito da Operação Lava Jato. A informação é do colunista Lauro Jardim.

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, enviou no começo deste mês ao Supremo Tribunal Federal (STF) 83 pedidos de abertura de inquérito com o objetivo de investigar políticos citados nas delações de 77 executivos e ex-executivos da empreiteira Odebrecht e da petroquímica Braskem. A lista foi enviada ao gabinete do ministro Edson Fachin, relator da Lava Jato no STF.

Aliado de Michel Temer, o DEM comanda o Ministério da Educação (Mendonça Filho, de PE) e também a presidência da Câmara dos Deputados (Rodrigo Maia, do RJ).

Compartilhe
Atos no dia 31 de março preparam o Brasil para greve geral
28/3/2017 | Por: Agência PT

Após os grandes atos populares realizados no dia 8 e 15 de março, respectivamente Dia Internacional das Mulheres e Dia Nacional de Paralisação, centrais sindicais e movimentos sociais se organizam para mais uma manifestação contra os ataques aos direitos trabalhistas promovidos pelo governo do usurpador Michel Temer.

A próxima grande mobilização acontecerá na sexta-feira, dia 31 de março, em pelo menos sete capitais brasileiras. Os atos são organizados pela  Frente Brasil Popular e Frente Povo Sem Medo, entre outras entidades como Central Única dos Trabalhadores (CUT).  O objetivo é iniciar a construção de uma greve geral capaz de frear os retrocessos promovidos pelo golpista Temer.

Leia mais em pt.org.br

Compartilhe
Waldenor ® todos os direitos reservados.