Waldenor Pereira
Waldenor Pereira Deputado Federal

Ponte sobre o Rio do Antônio beneficia seis comunidades rurais de Brumado

Ler mais
A Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), do Governo da Bahia, está concluindo a construção de uma ponte sobre o Rio do Antônio que liga os povoados de Malhada Branca e Passagem, na zona rural de Brumado. A obra é resultado de emenda parlamentar do ...

PT do Sudoeste baiano debate eleições internas e futuro do partido

Ler mais
Os diretórios municipais do Partido dos Trabalhadores (PT) de diversos municípios do Sudoeste baiano debateram, durante as duas primeiras semanas de fevereiro, questões referentes ao período de eleições internas e preparatório para o 6º Congresso Nacional e ...

Elaboração de planos de saneamento começa até junho

Ler mais
O deputado federal Waldenor Pereira recebeu visita hoje (16) em seu gabinete, em Brasília, do secretário estadual de Recursos Hídricos, Cássio Peixoto, e do presidente da Embasa, Rogério Cedraz, que levaram informação animadora sobre as expectativas para ...

Lagoa Real tem apoio de Waldenor e Zé Raimundo

Ler mais
O município de Lagoa Real será contemplado com recursos no valor R$ 200 mil para aquisição de equipamentos de saúde e R$ 250 mil para elaboração do plano de saneamento básico municipal. Os recursos são resultantes de emendas parlamentares dos deputados ...
"Basta Lula disparar nas pesquisas que aumentam os ataques", diz presidente do PT
21/2/2017 | Por: Agência PT

Bastou o Lula disparar nas pesquisas de intenção de voto e vieram céleres as respostas dos que temem o retorno do maior líder popular que o Brasil já produziu. Não bastassem os processos sem base legal (um a um desmontados por testemunhas e delatores, inclusive), as ameaças de setores do Judiciário e do governo golpista para intimidá-lo, as declarações de delegados da Polícia Federal insinuando a possibilidade de prendê-lo, agora é a vez de uma publicação suja de lama fazer o serviço.

Trata-se de um semanário cujo nome dá margem a um trocadilho referente à venda de reportagens (“quanto é”?). Esta revista publica, na edição mais recente, depoimento de um desequilibrado, alvo de vários processos, que atira calúnias e histórias fantasiosas contra o ex-presidente. Vai para o lixo como tantas outras tentativas de nos atingir.

O fato é que há um sentimento forte na população, uma aspiração nacional como já disse, para que o Lula – cujo governo deixou saudades – volte a governar o País. Isso atestam as pesquisas e também o carinho e a solidariedade com que é acolhido em todos os momentos, a exemplo da comoção nacional quando dos funerais de Dona Marisa.

Compartilhe
Reforma da Previdência pode ser o fim da aposentadoria rural, afirmam agricultores
21/2/2017 | Por: Revista Brasil de Fato

Já tramita na Câmara Federal sob o título de PEC 287 a Proposta de Emenda à Constituição que visa alterar as regras de aposentadoria no Brasil. Assinada por Michel Temer e pelo ministro da Fazenda Henrique Meirelles, a Reforma da Previdência é vista como uma ameaça à aposentadoria da população do campo. Segundo lideranças e agricultoras entrevistadas, as novas regras inviabilizam que a população rural acesse o direito à aposentadoria.

Pelas as novas regras que podem ser estabelecidas pela PEC 287, o trabalhador rural só poderá se aposentar com idade mínima de 60 anos (para homens) e 55 anos (mulheres), um aumento de 10 anos de trabalho em comparação com as regras atuais. E mesmo com 60 e 55 anos, esses camponeses só conseguirão aposentadoria se contribuírem mensalmente com o Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS) por 25 anos. Mas caso queiram recebem a aposentadoria no valor integral, terão que contribuir por 49 anos.

O ponto da contribuição mensal é um dos maiores incômodos do presidente da Federação dos Trabalhadores em Agricultura do Estado de Pernambuco (FETAPE), Doriel de Barros. “Não pode ser assim. O trabalhador urbano tem salário, mas a renda do trabalhador rural depende da produção. Olhe para o Nordeste, que enfrenta uma seca há seis anos. Como é que pagaremos ao INSS todo mês?”, pergunta Barros. “Além disso é uma proposta mentirosa, que se ancora num suposto déficit da previdência que na prática não existe. Eles querem fazer ‘terrorismo’, afirmando que aposentados ficarão sem receber”, completa. Segundo a Associação Nacional de Auditores Fiscais da Receita Federal do Brasil (Anfip), a Previdência Social é superavitária, ao contrário do que diz o Governo Federal, que propôs a Reforma da Previdência para solucionar um suposto “rombo”.

Compartilhe
Temer reedita era FHC e quer rasgar legislação que protege trabalhador
21/2/2017 | Por: PT na Câmara

O fantasma que assombrou a vida dos trabalhadores brasileiros na era de Fernando Henrique Cardoso (FCH) - 1999/2002 - quando foi proposta a destruição generalizada dos direitos trabalhistas contidos na CLT, volta com toda força no governo ilegítimo de Michel Temer. É o que ocorre com o projeto de lei da Reforma Trabalhista (PL 6787/16) encaminhada pelo governo ilegítimo à Câmara dos Deputados. Um ponto fundamental da proposta estabelece que os acordos coletivos prevaleçam sobre o que determina a legislação trabalhista, fruto de luta árdua dos trabalhadores brasileiros.

O deputado Waldenor Pereira (PT-BA), que participa da comissão especial, considerou a iniciativa do golpista como “duro golpe” sobre o interesse dos trabalhadores do país.

“No seu conjunto, a proposta retira direitos. Nesse caso, é uma afronta à legislação. Isso vai gerar ações jurídicas uma vez que a matéria passa a ser inconstitucional. O negociado não pode ter supremacia ao legislado. É uma iniciativa maldosa desse governo contra os interesses dos brasileiros”, disse Waldenor.

Para o deputado, a proposta vai gerar mobilização nacional para garantir o que reza a legislação. “Nossa expectativa é impedir, com mobilização popular, os danos que essa proposta vai provocar na vida da população brasileira”, adiantou o deputado baiano.

Compartilhe
Temer recebe alto escalão da Globo com frequência, afirma jornalista
20/2/2017 | Por: Brasil 247

Jornalista Paulo Henrique Amorim diz em seu blog que Michel Temer 'recebe quase mensalmente dirigentes da TV Globo no (Palácio do) Jaburu, sua residência desde que assumiu o cargo de presidente. 

Amorim lembra que 'o segundo maior destino da publicidade hoje no Brasil, depois da Globo, é o Google. Breve, o Google vai googlar a Globo', aposta o jornalista.

Compartilhe
Delator confirma Geddel em suposto esquema de corrupção na Caixa
20/2/2017 | Por: Bahia.ba

O empresário Alexandre Margotto, ligado a Lúcio Bolonha Funaro – apontado como operador financeiro de Eduardo Cunha, ex-presidente da Câmara e preso na Lava Jato – revelou mais detalhes da ligação do ex-ministro Geddel Vieira Lima com um suposto esquema de corrupção na Caixa Econômica Federal.

Segundo a TV Globo, o acordo de delação premiada de Margotto com a Justiça revela ainda o suposto envolvimento do empresário Joesley Batista, dono do grupo J&F, com as operações irregulares no banco federal. As defesas de Joesley e Geddel negam relação com Alexandre Margotto.

A ligação de Geddel com o esquema foi revelada em janeiro, durante a operação Cui Bono, da Polícia Federal. Nessa época, ele já tinha deixado o governo em meio a denúncias de uso do cargo para benefício próprio. Os depoimentos dele foram gravados em vídeo pelo Ministério Público, em Brasília.

Compartilhe
Para 42,7% dos brasileiros, Lula é perseguido pela mídia e pelo judiciário
20/2/2017 | Por: Brasil 247

Se as eleições presidenciais fossem hoje, o ex-presidente Lula seria novamente eleito presidente. Teria 30,5% dos votos no primeiro turno, segundo apontou a pesquisa CNT/MDA, e bateria todos os adversários no segundo turno.

Uma outra pesquisa, feita pelo Instituto Paraná Pesquisas, trouxe dados ainda mais interessantes. Para nada menos que 42,7% dos brasileiros, Lula vem sendo alvo de perseguição movida pelo Poder Judiciário e pelos meios de comunicação.

"É um percentual extremamente alto, que revela que até não eleitores de Lula enxergam exageros contra ele", diz Murilo Hidalgo, diretor do instituto.

Compartilhe
Déficit do INSS é fictício e fruto de manipulação de dados, diz confederação dos aposentados
20/2/2017 | Por: R7

O déficit da Previdência e a sua escalada em progressão geométrica é o argumento mais forte do governo, ao lado do envelhecimento da população, para a aprovação de novas regras de concessão de aposentadorias. Principalmente a criação da idade mínima de 65 anos para homens e mulheres.

No entanto, segundo a confederação dos aposentados e a associação de auditores fiscais, do próprio governo, em vez de faltar dinheiro para o INSS em 2015, há uma sobra de quase R$ 25 bilhões.

Os auditores e aposentados alertam que o governo ignora a Constituição Federal e deixa de lado a arrecadação da Seguridade Social, que inclui as áreas de Saúde, Assistência e Previdência.

De acordo com a Anfip (Associação Nacional dos Auditores Fiscais da Receita Federal do Brasil), que anualmente divulga os dados da Seguridade Social, não existe déficit. Pelo contrário, os superávits nos últimos anos foram sucessivos: saldo positivo de R$ 59,9 bilhões em 2006; R$ 72,6 bilhões, em 2007; R$ 64,3 bi, em 2008; R$ 32,7 bi, em 2009; R$ 53,8 bi, em 2010; R$ 75,7 bi, em 2011; R$ 82,7 bi, em 2012; R$ 76,2 bi, em 2013; R$ 53,9 bi, em 2014.

Compartilhe
Waldenor ® todos os direitos reservados.